Monte Verde é um povoado mineiro localizado em meio às montanhas da Serra da Mantiqueira e que pertence o município de Camanducaia. E como a fama desse lugar tem crescido cada vez mais, eu achei interessante fazer esse artigo sobre o que fazer em Monte Verde em uma viagem de 3 dias.

A ideia é que esse post seja um guia para você dividir suas atividades ao longo de sua estadia de forma a otimizar seu tempo, concentrando em um mesmo dia as atividades semelhantes, ou atividades que não te façam gastar muito tempo se deslocando de uma para a outra.

Lembre-se que essas são apenas sugestões do que fazer enquanto estiver em Monte Verde, mas, caso alguma das atividades não seja do seu agrado, não hesite em procurar alguma coisa que te agrade mais.

Monte Verde, MG
A Vila Germânica, de arquitetura típica da Alemanha, é uma galeria com várias lojas.

Planeje sua viagem

Índice

Onde fica Monte Verde

Essa cidadezinha no sul de Minas Gerais começou a ficar famosa nas últimas décadas, principalmente entre os casais, o que é favorecido pelo seu clima romântico, pela sua beleza natural e pela gastronomia da cidade, a qual é muito apreciada por todos que visitam a cidade.

Como ela está localizada próxima à divisa dos estados de MG e SP, existe uma proximidade muito maior da cidade com a Grande São Paulo (aproximadamente 150 Km de distância) do que com a própria capital mineira, que está a 480 Km de distância de Monte Verde. Sendo assim é muito mais comum vermos um maior fluxo de turistas paulistas do que mineiros na cidade.

Portal de entrada de Monte Verde, MG

Como chegar em Monte Verde

  • Saindo de São Paulo – 160 Km.

Pegue a rodovia Fernão Dias (BR 381) sentido Minas Gerais até Camanducaia. Depois pegue a LMG 886 até Monte Verde.

  • Saindo de Belo Horizonte – 480 Km.

Pegue a rodovia Fernão Dias sentido Sul de Minas até Camanducaia. Depois pegue a LMG 886 até Monte Verde.

  • Saindo do Rio de Janeiro – 425 a 528 Km

Pegue a Via Dutra (BR 116) até alguns quilômetros depois de São José dos Campos. Em seguida, pegue a Rodovia Dom Pedro I (SP 065) até a Fernão Dias e siga por ela até Camanducaia. Depois pegue a LMG 886 até Monte Verde. Esse caminho é mais longo, com 528 Km de extensão, porém ele é mais seguro, com estradas duplicadas e com serviços de emergência desde o Rio de Janeiro até Camanducaia, apesar dos pedágios.

Se você preferir cortar caminho e percorrer apenas 425 Km, pegue a Via Dutra até Caçapava, já no estado de São Paulo. Siga para Monteiro Lobato e depois São Francisco Xavier. A partir daí são aproximadamente 77 Km em estrada de terra, a qual tem boas condições mas pode ser muito perigosa durante os períodos chuvosos, principalmente nos trechos mais montanhosos. Talvez seja melhor não se arriscar.

Já nos períodos mais secos pode ser mais tranquilo de fazer esse percurso, mas é sempre bom procurar saber as condições da estrada antes de decidir fazer esse caminho.

  • Saindo de Brasília – 1064 a 1078 Km

Pegue a BR 040 até Cristalina (SP). Depois pegue a BR 050 até Atibaia para depois pegar a Fernão Dias (BR 381) até Camanducaia. Depois pegue a LMG 886 até Monte Verde. Esse trajeto tem 1064 Km de extensão, porém a MG 410 é um trecho de estrada mais estreita, mas sem muitos problemas.

Ou então vá pela BR 040 até Lagoa Grande (MG). Siga a MG 410 até Presidente Olegário, ainda em Minas e entre na BR 354. Siga até Camanducaia e depois pegue a LMG 886 até Monte Verde. Esse trajeto é ligeiramente mais extenso, com 1078 Km de extensão.

Centrinho comercial de Monte Verde

É no centrinho comercial, o qual é cortado pela Avenida Monte Verde, onde se concentra a maior parte do movimento dos turistas. Isso se deve ao fato dessa região ter a maior concentração de bares, restaurantes e comércio voltado para os visitantes na cidade.

É no centrinho onde se encontra a maior parte das lojas de souvenir e restaurantes famosos, não que estes sejam exclusivos dessa parte da cidade. É por lá também que se encontra a Fábrica de Chocolate Gressoney e a cervejaria artesanal Fritz.

Mais afastada do centrinho se encontra a vila dos moradores e trabalhadores. É lá que reside a maioria da população da cidade, já que no centrinho não existem muitas residências. Esse não é um local muito procurado pelos turistas, mas os preços de muitas lojas, principalmente de souvenir e roupas, são muito mais em conta.

Clima e quando ir

O clima de Monte Verde é o Tropical de Altitude, caracterizado por verões amenos e chuvosos, com invernos frios e secos. Mesmo no verão não é raro vermos a temperatura ficar abaixo de 10º C. Eu mesmo peguei uma temperatura de 6º C em uma das manhãs quando estive por lá, no início de março.

O inverno é ainda mais rigoroso, com temperaturas caindo abaixo de 0, o que provoca geadas em toda a região, deixando a paisagem com uma beleza única.

Sendo assim, a época mais recomendada para se visitar Monte Verde é o inverno, por ser uma experiência única e uma vivência diferente do que vemos na maior parte do Brasil. O inverno é também uma temporada um pouco mais movimentada devido à alta procura por casais em busca desse clima romântico de Monte Verde.

Indenização por problemas com voo sem sair de casa.

O que fazer em Monte Verde no verão

Não é porque eu recomendo ir a Monte Verde no inverno que devemos ignorar o que fazer na cidade no verão.

Por lá existem muitas cachoeiras e trilhas, as quais ficam bem agradáveis em épocas mais quentes.

Aproveite o fim de tarde para sentar em uma varandinha de algum dos restaurantes do centrinho da cidade, ou mesmo na calçada, e curtir o movimento e a brisa fresca das montanhas ao redor.

Rua em Monte Verde, MG.

Feriados e carnaval em Monte Verde

São épocas em que a cidade fica muito cheia, o que faz o custo das pousadas e restaurantes ficarem mais elevados. Além do mais, vários bares e restaurantes podem acabar tendo filas para o almoço e jantar, o que não costuma ser interessante para a maioria das pessoas.

Mas são épocas ideais para quem gosta de movimento e de curtir um pouco mais a noite, uma vez que todos estabelecimentos funcionam ate mais tarde devido à alta demanda por parte dos turistas.

Finais de semana

Não são tão cheios quanto nos feriados, carnaval ou réveillon, porém a cidade costuma ficar bem mais cheia do que durante a semana.

Os valores das diárias e dos preços nos restaurantes não costumam subir muito em relação aos valores praticados durante a semana. Essa variação acontece mais entre as estações do ano e durante feriados prolongados e festas como as que citei acima.

Sabia que o seguro viagem é essencial para a sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras.

Aproveite e ganhe até 5% de desconto usando o cupom VOUNOMUNDO5.

FAZER COTAÇÃO >>

Durante a semana

Monte Verde costuma ficar bem parada durante a semana, sendo quarta-feira o pior dia para se visitar a cidade. É na quarta que a maioria dos funcionários do comércio local ganham folga e os estabelecimentos aproveitam pra fechar e fazer seus ajustes internos.

Eu estive lá entre uma segunda e uma quarta e vi bem como a cidade fica mais tranquila. Boa parte dos restaurantes e lojas estavam fechados na quarta-feira, mas ainda assim encontrei alguns restaurantes e bares abertos.

De qualquer forma fica a dica: se quiser sossego e curtir as atrações naturais da cidade, vá nos meses mais quentes e durante a semana. Mas se prefere movimento e o clima romântico proporcionado pelo frio, vá nos finais de semana ou feriados no inverno.

Booking.com

Restaurantes em Monte Verde

Na gastronomia é comum que os restaurantes explorem a cozinha mineira, que é sempre procurada pela maior parte dos turistas. Além disso, boa parte dos restaurantes são especializados em fondue, sendo que a maioria deles oferecem o serviço de rodízio.

E uma iguaria também muito consumida por lá é a truta, já que a região possui um trutário com uma produção voltada para abastecer os restaurantes da cidade. Como a truta é um peixe que se desenvolve bem em água doce, corrente e fria, a região é bastante propícia esse tipo de criação.

A parte mais procurada pelos turistas é o centrinho comercial e turístico de Monte Verde, cortado pela Avenida Monte Verde, onde se concentra a maior parte dos bares e restaurantes da cidade. É nesse centrinho onde as construções têm características típicas das vilas europeias, principalmente as que se encontram nos alpes, feitas de madeiras, com telhados típicos e decoração rústica.

Mais em baixo, na parte onde entro especificamente no assunto do que fazer na cidade, eu falo um pouco mais da gastronomia e dos restaurantes de Monte Verde.

Onde se hospedar em Monte Verde

A oferta de pousadas em Monte Verde é enorme mas mesmo assim eu recomendo que você faça sua reserva com antecedência. Não deixe para decidir onde ficar em Monte Verde na última hora, já que você pode pagar muito mais caro ou não encontrar vagas.

Também não deixe para reservar diretamente quando chegar na cidade, já que a chance de não encontrar vagas é grande, principalmente nos dias mais cheios.

A maior parte das hospedagens de Monte Verde são bem avaliadas, com boas recomendações no Booking.com. A maior parte delas oferece café da manhã com itens da cozinha mineira como pão de queijo, biscoitos e quitandas.

Quando estive em Monte Verde eu fiquei hospedado na Pousada Chalana, a qual eu recomendo. Se quiser ler a minha avaliação sobre ela, é só clicar nesse link e ler o post sobre a mesma.

Pousada Chalana em Monte Verde, MG.
Pousada Chalana em Monte Verde, MG.

O que fazer na noite de Monte Verde?

Monte Verde não oferece muitas opções de vida noturna agitada. Na verdade as opções que se estendem ate mais tarde são mesmo os bares e restaurantes da cidade.

Monte Verde enfeitada durante a noite.

Durante os dias mais cheios, muitos desses estabelecimentos oferecem música ao vivo e é bem fácil encontrar lugares mais animados e com mais clima de bar em detrimento dos vários restaurantes românticos e calmo que também vemos por lá.

Durante festas como carnaval e réveillon é comum que sejam montadas estruturas para festas de rua com palcos, banheiros e etc.

Natureza e ecoturismo

Como a cidade fica no alto da Serra da Mantiqueira, é grande o número de trilhas que levam a cachoeiras e aos vários picos da região.

A trilha mais famosa e mais recomendada da região, devido à sua beleza e baixo grau de dificuldade, é a da Pedra Redonda. Esse é um dos pontos mais altos da região e fica bem na divisa entre São Paulo e Minas Gerais.

No mirante da Pedra Redonda.
No mirante da Pedra Redonda a poucos minutos de chegar no topo.

Para quem gosta de passar o tempo praticando esportes em meio a natureza, eu recomendo a Fazenda Radical onde existe uma oferta de atividades como tirolesa, arvorismo, arco e flecha, escalada e passeio de quadricíclo.

Uma outra atividade que eu também recomendo é uma visita à Escola de Falcoaria, onde são promovidos cursos, workshops e interação assistida com aves de rapina de diversas espécies como gaviões, falcões e corujas.

Semelhanças entre Monte Verde e Campos do Jordão

Campos do Jordão é ainda mais badalada do que Monte Verde no inverno, já que é um destino explorado há mais tempo pelos turistas.

De qualquer forma existem muitas semelhanças entre as duas cidades, a começar pela arquitetura típica dos Alpes europeus.

A gastronomia das duas cidades também é bem parecidas, até pelo uso de ingredientes típicos como pinhão e truta. Além disso, a produção e consumo de chocolates também é alto nos dois lugares.

E se Monte Verde tem uma cervejaria artesanal famosa, Campos do Jordão tem uma cervejaria nacionalmente conhecida para chamar de sua, a Baden Baden.

Sugestão do que fazer em Monte Verde

Enfim, aqui vão minhas dicas do que fazer e o que visitar em Monte Verde MG.

Dia 1 – Conhecendo a cidade

O primeiro dia geralmente é o quando estamos mais empolgados para conhecer a cidade e fazer tudo que planejamos fazer. É aí que devemos nos organizar para não perdermos tempo tentando fazer tudo de uma vez.

Então, no primeiro dia em Monte Verde eu recomendo que você use seu tempo para conhecer a cidade, andar pelas suas ruas mais próximas do centrinho, conhecer as lojas, galerias, dar uma olhada nos cardápios dos restaurantes que ficam expostos e, principalmente, tirar diversas fotos na cidade.

Cerveja artesanal em Monte Verde
Se você curte cerveja artesanal a boa notícia é que em Monte Verde você as encontrará em vários lugares, inclusive em quiosques na rua.

Nos dias mais cheios eu recomendo que deixe o carro na pousada e ande a pé pela cidade, mas caso você esteja hospedado mais longe, tente chegar cedo na cidade ou então se prepare para pagar algum estacionamento, o que costuma ser caro na alta temporada.

Se você gosta de cerveja, a boa notícia que é existem vários quiosques que são montados na frente de lojas e restaurantes para vender chopes artesanais. Geralmente eles contam com rótulos de produção local mas também oferecem rótulos de cervejarias de São Paulo e Minas Gerais.

No trutário Paulo das Trutas.
No trutário Paulo das Trutas, que fica um pouco mais afastado do centrinho. Já o restaurante Paulo das Trutas fica bem no centro de Monte Verde.

Para comer é interessante ficar nas refeições mais leves como as famosas trutas, já que o segundo dia é o mais propício para fazer os passeios turísticos em pontos mais distantes. Diante disso, refeições pesadas podem ser um problema.

Uma das melhores recomendações para ser comer truta em Monte Verde é o restaurante Paulo das Trutas, que fica bem perto do centrinho, além de pertencer ao trutário de mesmo nome. Dessa forma, a chance de você comer uma truta fresquinha, recém chegada do trutário, é enorme.

Paulo das Trutas

Endereço: A.v Das Montanhas, 120.

Dia 2 – Passeios turísticos guiados

Eu recomendo os passeios guiados em Monte Verde pelo fato dos guias serem experientes e conhecerem muito bem a região. Além do mais eles sabem onde está valendo a pena visitar e onde pode ser perigoso em caso de chuva e tempo mais fechado.

Algumas trilhas de maior dificuldade são recomendadas apenas com guias locais, já que a chance de se perder no meio do caminho ou de sofrer algum acidente é grande.

Outra vantagem de contratar um guia é que os passeio são todos feitos nos carros dos próprios guias e como as estradas que levam aos pontos mais distantes são de terra, é recomendado ter um carro com tração nas 4 rodas. Em dias de chuva essas estradas ficam com muita lama e carros menos potentes costumam não conseguir subir alguns dos morros da região.

No centrinho existem várias empresas que oferecem esses passeios sendo que todos cumprem o que eles propõem. Vai ser fácil reconhecer essas empresas no centrinho de Monte Verde, já que a maioria dos proprietários costumam abordar os turistas oferecendo esses serviços.

Nosso passeio foi feito com o Jeca Jipe (o perfil deles no Instagram é instagram.com/jecajipe) o qual oferece um city tour completo em um jipe aberto ou fechado (dependendo do tempo no dia). Nesse dia a gente deu um pouco de sorte pois o tempo resolveu abrir depois de alguns dias chovendo, mas a estrada e a trilha ainda estavam com bastante lama. De qualquer forma a gente conseguiu fazer o passeio completo.

É bom ressaltar que a maioria das companhias vai levar os clientes em algumas lojas de produtos artesanais da região. Vale a pena conhecer esses estabelecimentos já que eles oferecem produtos de qualidade.

No topo da Pedra Redonda, em Monte Verde, a 1990 metros de altitude.
No topo da Pedra Redonda, em Monte Verde, a 1990 metros de altitude.

Passamos por uma fábrica de chocolates, uma loja de licores e cachaça, além do trutário Paulo das Trutas, onde foi possível ver um pouco da criação desses peixes e aprender um pouco sobre esse processo. Também passamos em uma loja de produtos alimentícios produzidos em Minas, dentre os quais estavam vários queijos, doces, embutidos e conservas. 

Vai Viajar e precisa de internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Na America Chip você pode comprar chip com acesso a internet no exterior e recebê-lo em casa, com conexão 4G garantida em diversos países.

QUERO O MEU CHIP >>

Bar de Gelo

No final do segundo dia tente visitar o IceBar, que é um bar cujo interior tem uma temperatura de aproximadamente -15º C. É uma atração que muitos consideram superestimada, mas eu acho que vale a experiência.

O tempo máximo de permanência no IceBar é de 40 minutos e a entrada dá direito a 1 bebida, que pode ser algum destilado como whisky ou vodka, algum licor como Amarula ou uma long neck de cerveja. Depois disso, cada cliente pode consumir o quanto quiser de uma cachaça da região que é servida lá dentro.

Os acessórios para proteção contra o frio são todos fornecidos pelo IceBar, entre eles estão um casaco com capuz, luvas e calças reforçadas. É bom vestir meias grossas para evitar que os pés fiquem muito gelados.

Fone: (34) 99110-9076

Fondue

Depois de se aventurar no IceBar, o melhor é aproveitar a sensação de frio para comer um fondue em algum dos restaurantes do centrinho.

O local mais recomendado para comer fondue em Monte Verde é o Restaurante Mont Vert – A Casa do Fondue. O preço é um pouco mais elevado por lá mas a qualidade dos ingredientes compensa isso. Para quem não come muito, eu não recomendo o rodízio de fondue e sim a sequência de fondue, que não é ilimitada igual ao rodízio mas vem muita coisa, além de ser mais barata.

Fondue de chocolate.

Endereço: Rua Rolinha, 50.

Fone: (35) 3438-2083

E-mail: restaurante@casadofondue.com.br

Dia 3 – Opções fora do centro turístico

No terceiro dia é hora de conhecer lugares que fujam um pouco do circuito turísticos da cidade, isso é, sair um pouco da região do centrinho comercial da cidade.

Unger’s Pottery House

Um lugar interessante que eu gostei de visitar é o Unger´s Pottery House, que é uma galeria de arte contemporânea com obra de vários pintores, escultores e ceramistas.

Endereço: Rua da Represa, 1307. 

Fone: (35) 3438-1470

Mirante do Aeroporto

Esse aeroporto está praticamente fora de funcionamento e opera apenas para aviões particulares de pequeno porte.

Ele é considerado o mais alto do Brasil, estando a 1555 metros de altitude.

A visita em si vale a pena por ele ser um mirante com uma vista privilegiada de toda a cidade e do seu entorno, o que inclui as montanhas da região.

Lavandas da Varanda

Esse lugar tem uma proposta de relaxamento e leva os clientes a uma imersão harmônica com a natureza ao experimentarem diversos procedimentos terapêuticos oferecidos pela casa como banhos e massagens.

Os tratamentos funcionam com agendamento prévio.

Endereço: Sítio Encantos da Terra. Estrada Camanducaia, KM 17,5. Bairro do Quilombo – a 400m do asfalto.

Fone*: (35) 99880-9418 (VIVO) ou (35) 98829-9894 (VIVO).

*somente para mensagens ou chamadas via Whatsapp

Fazenda Radical

Eu falei um pouco da Fazenda Radical no comecinho desse post e se você quer um pouquinho mais de aventura, não deixe de participar de pelo menos uma das atividades oferecidas por eles, dentre elas a tirolesa com mais de 1000 metros de extensão.

Endereço: Rodovia Agostinho Patrus, Km 5.

Fone: (35) 9 8817 2645.

E-mail: contato@fazendaradical.com.br

Escola de Falcoaria

Uma atividade inusitada mas que vale a pena pela experiência única que ela proporciona. A Escola de Falcoaria proporciona uma interação dos visitantes com as aves de rapinas treinadas por eles e sob orientação dos monitores que trabalham no local.

Por lá, os visitantes têm a possibilidade de colocar em prática alguns truques básicos da falcoaria que é fazer as aves pousarem em seus braços ou então alçarem voo.

Essa atividade precisa ser agendada no site da escola, a qual também oferece cursos e workshops sobre o assunto.

Endereço: Rodovia Agostinho Patrus, Km 4.

Fone: (35) 9 8851 5333

E-mail: info@escoladefalcoaria.com.br

Almoçar no Restaurante Galinha da Roça

Não tem como visitar Minas Gerais e não comer em um restaurante de cozinha mineira.

O Galinha da Roça tem com um buffet montado em um fogão a lenha e conta com pratos como leitão à pururuca, frango com quiabo, tutu de feijão, torresmo e muitas outras coisas da culinária caipira mineira.

O Galinha da Roça também é uma pousada com ambiente rústico, típico de fazendas mineiras e seus quartos são bastante confortáveis. 

Endereço: Avenida Fazenda, 37.

Fone: (35) 3438-1509

Arsenal da Cerveja e Confraria Paulistânia

Esses dois bares ficam na Galeria Suiça, um pequeno shopping que fica no centrinho da cidade. Eles são muito procurados pelos turistas em busca de boas cervejas.

No Arsenal da Cerveja em Monte Verde, MG.

Eu disse que esse terceiro dia seria mais interessante para atividades fora da região do centrinho, mas no fim do dia, nada como uma cervejinha artesanal, não é mesmo.

A Confraria Paulistânia leva a marca da cervejaria de mesmo nome e que tem sua produção principal na cidade de São Paulo. Na Confraria os clientes podem encontrar os rótulos das própria marca, bem como rótulos importados, já que a cervejaria faz parte do mesmo grupo da empresa importadora de bebidas Bier & Wein. E para acompanhar, são várias opções de pratos e petiscos que a casa oferece.

Já o Arsenal da Cerveja não possui um cardápio tão vasto de petiscos, apenas alguma coisa ou outra para servir de acompanhamento. Porém, suas geladeiras e prateleiras estão recheadas de rótulos nacionais e importados, com muita variedade de cervejarias e estilos de cerveja. O cliente pode consumir as cervejas por lá mesmo ou então levá-las para casa, quente, gelada, para presente ou como ele preferir.

Os preços são bem atrativos e, inclusive, eu encontrei vários rótulos com preços mais baratos do que em lojas e bares especializados nas cidades grandes.

Confraria Paulistânia e Arsenal da Cerveja

Endereço: Av. Monte Verde, 858. Galeria Suiça.

Fone: (35) 3438-1697.

O que fazer em Monte Verde com chuva?

O verão em Monte Verde costuma ter dias chuvosos, os quais vem acompanhados de um certo frio.

Nesses dias eu aconselho a não fazer as trilhas locais, andar nas matas ou nadar nas cachoeiras. O risco de algum acidente é grande, ainda mais em se tratando de chuvas repentinas que podem causar alagamentos súbitos nas piscinas naturais, quedas de barrancos e outros acidentes naturais.

O melhor é curtir o clima romântico dos restaurantes locais, pedir um fondue e um vinho para ajudar a aquecer.

Como a cidade fica no alto de uma serra, ela não corre o risco de alagar, exceto pelas suas cachoeiras, corredeiras e piscinas naturais, já que estes lugares costumam acumular um grande volume de água durante as chuvas.

Durante os dias chuvosos pode ser uma boa oportunidade para encarar o IceBar, já que o choque térmico não vai ser tão grande.

Cervejaria Fritz

Pra finalizar o passeio, eu recomendo jantar na Fritz Cervejaria Artesanal, tomando uma cerveja, claro.

A casa conta com um espaço enorme para atender o público do seu restaurante que, como o próprio nome já diz, é abastecido por uma produção in loco de cervejas artesanais. 

Por esse momento eu recomendo a cerveja Köelsch (de estilo Kölsch), que é de um estilo alemão de cervejas típicas da cidade de Colônia, na Alemanha, com características maltadas porém de corpo baixo, notas leves de caramelo e malte, além de notas levemente florais provenientes dos lúpulos usados em sua receita.

E para acompanhar a Köelsch, eu sugiro um Eisbein, que é um joelho de porco cozido e depois assado até a pele ficar levemente pururucada. A harmonização entre essa cerveja e esse prato é perfeita.

A Fritz é aberta para visitação de quarta a sexta à partir das 19 horas e aos sábados a partir das 13 horas, sendo necessária uma reserva prévia. A visita é guiada pelo cervejeiro Jörg Franz Schwabe e tem o valor de R$40,00, sendo que, ao final da mesma, o visitante ganha uma garrafa de cerveja como lembrança.

Endereço: Rua Rolinha, 10.

Fone: (35) 3438-2414

E-mail: contato@choppdofritz.com.br

O que fazer em Monte Verde em um dia

Se você estiver em Monte Verde em uma visita rápida de apenas um dia, eu sugiro que você contrate um city tour para ir direto aos principais pontos turísticos da cidade.

Não faça as trilhas locais sozinho, já que isso pode ocupar um grande tempo da sua agenda.

Escolha bem o restaurante onde você quer almoçar e outro para jantar de acordo com suas preferências.

Se você gosta de cervejas artesanais, eu sugiro que vá na Cervejaria Fritz e, se possível, faça sua refeição noturna por lá. Mas se você gosta de vinho, uma boa opção é o Wine Not.

Dê uma volta no centrinho da cidade e se quiser encarar o IceBar, eu recomendo, já que é uma atividade rápida de pouco mais de meia hora, além de ser bastante exótico para muita gente.

Conclusão – Vale a pena visitar Monte Verde?

Vale muito a pena visitar Monte Verde, especialmente no inverno, quando a cidade fica com um clima romântico e bastante acolhedor.

Para quem gosta de muito movimento, Monte Verde costuma ficar bem cheia nos feriados, mas sem muita confusão de gente bêbada e farra. Como a cidade é mais visitada por casais e famílias, as festas por lá são bem tranquilas.

Se você ficou com vontade, não deixe de visitar Monte Verde pois é um passeio para ficar na memória. E vá preparado para comer bem, pois o que não falta são bons restaurantes na cidade.


PLANEJE AQUI A SUA VIAGEM!

  • SEGURO VIAGEM: Seguro de viagem com desconto para leitores do blog!
    Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar o cartão em até 12x ou no boleto bancário, que dá mais 5% de desconto! Veja mais aqui.
  • HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel em Monte Verde pelo nosso parceiro Booking.
  • ALUGUEL DE CARRO: Pesquise pelo menor preço em todas as locadoras de uma só vez através da RentCars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português, dividem em até 12x no cartão ou com 5% de desconto no boleto e você é cobrado em Reais.
  • VOCÊ CONSEGUE FICAR SEM CELULAR?: Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip internacional pré pago com internet boa de verdade, para usar em 200 países. Conheça a America Chip.
  • PROBLEMAS COM SEU VOO?: Se você teve seu voo cancelado, atrasado, perdeu sua conexão ou teve sua bagagem extraviada ou danificada, a Resolvvi pode ter ajudar a solucionar esse problema sem sair de casa. Conheça a Resolvvi.
  • INGRESSO SEM FILA: Não perca tempo durante sua viagem enfrentando filas nas principais atrações turísticas do mundo. A GetYourGuide é um site de compras de ingressos online onde você pode comprar seus ingressos antecipados para atrações nas principais cidades do mundo e ainda não precisa enfrentar as filas quilométrica que costumam existir nesses locais.
error: Conteúdo protegido.