fbpx

Quando falamos de Holanda, geralmente não associamos o país à sua culinária, ate porque o país não é famoso pela gastronomia. A gente sabe que a Holanda tem diversos atrativos interessantes, especialmente na sua capital, mas onde comer em Amsterdam nem sempre é a maior preocupação dos turistas em visita à cidade. Isso porque a culinária holandesa não é tão conhecida e divulgada mundo afora.

Mas se você pensa que a cozinha da Holanda não tem nada de interessante, leia esse post até o final. Você vai se surpreender com o tanto de pratos gostosos que você pode encontrar no país. Em Amsterdam então, nem se fala, já que por lá a diversidade de cafés que oferecem boas opções de comida local é enorme.

Sem contar com as opções de comida de rua que, na minha opinião, é a melhor forma de experimentar os pratos típicos da Holanda, que são surpreendentes.

Planeje sua viagem

Barco em um canal em Amsterdã
foto: Photo by redcharlie on Unsplash.

Índice

Lugares para comer em Amsterdam

Pôr do sol em Amsterdã
Em um pôr do sol no inverno de Amsterdam. Não estava tão frio, mas acho que foi uma exceção.

Em qualquer canto que você estiver em Amsterdam, você vai se deparar com alguma barraquinha, carrinho ou food truck de comida, especialmente nos meses mais quentes, que é quando a cidade recebe um número maior de turistas.

As opções são tantas que você não terá dificuldade nenhuma para encontrar um lugar pra comer. E quando eu falo sobre onde comer em Amsterdam, eu quero me ater aos pratos da culinária local, já que não sabemos muito sobre a cozinha holandesa e não bons restaurantes holandeses fora desse país.

Quero destacar aqui não só os restaurantes e os vendedores de rua, mas também os cafés, que são a versão holandesa para o que nós chamamos de bar. Só não confunda os cafés holandeses com os coffee shops, que são os locais onde é permitido o comércio e consumo de maconha e seus derivados.

E caso você esteja apenas querendo um local para tomar um café apenas, lá as cafeterias se chamam Koffiehuis.

Obviamente existem restaurantes do mundo inteiro em Amsterdam, mas, como eu já disse, vou enfatizar aqui apenas as comidas típicas da cozinha da holanda. Como, pra mim, uma visita a algum país nunca é uma experiência completa se você não experimenta comidas típicas de lá, nada mais justo do que escrever apenas sobre os pratos locais, não acha?

Mas se você sentir vontade de experimentar a comida de de outros países quando estiver em Amsterdam, não se acanhe. Voltar de viagem com aquela sensação de que faltou uma coisa ou outra para experimentar não é legal. Mas dê uma chance pra comida típica de Amsterdam. Você não vai se arrepender.

Sabia que o seguro viagem é essencial para a sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras.

Aproveite e ganhe até 5% de desconto usando o cupom VOUNOMUNDO5.

FAZER COTAÇÃO >>

Onde comer bem em Amsterdam

Exceto pelas redes de fast food mundialmente famosas, em quase qualquer lugar de Amsterdam é possível comer bem. Não que eu tenha preconceito com essas redes de comida rápida, mas eles servem a mesmo comida no mundo inteiro (exceto por algumas pequenas variações), com praticamente o mesmo sabor. Portanto, deixe para comer nessas redes quando estiver na sua cidade de residência ou quando não tiver como comer outra coisa.

Uma dica que eu dou é: fuja dos restaurantes que oferecem comida por um preço muito barato como pratos a € 5,00. Normalmente o atendimento não é bom e a comida costuma ser congelada para ser requentada na hora de servir. Muitas vezes, você também é “intimado” a consumir alguma bebida junto do prato, a qual costuma custar o mesmo preço ou ser mais cara que a própria refeição.

Claro que todos os restaurantes vão ter pratos, entradas e petiscos a € 5,00 ou mesmo mais barato que isso. Contudo, meu alerta fica para os restaurantes que oferecem refeições completas por esse preço e colocam um anúncio de todo tamanho em suas fachadas para atrair clientes.

A exceção desses casos fica por conta das comidas rápidas, seja em barraquinhas nas ruas, seja em lojas como pizzarias que vendem pizza em fatia. Os kebabs também fogem a essa regra já que você pode encontrá-los sendo vendidos nos mais diversos lugares e em vários preços. Mesmo os bem baratos costumam ser bons.

Onde comer barato em Amsterdam

Aproveitando a dica acima sobre comida barata, em qualquer lugar do mundo, comer barato não é sinônimo de comer mal. Pelo contrário, pois temos infinitos exemplos, aqui mesmo no Brasil, de comida bem feita e gostosa por preços módicos.

Em Amsterdã não é diferente já que muitas vezes você entra em restaurantes e cafés bem simples e acaba se surpreendendo com a qualidade.

Novamente eu alerto sobre os restaurantes que fazem questão de anunciar pratos extremamente baratos. Se eles fossem bons, não fariam questão de tentar laçar clientes a todo custo. Vai por mim, é melhor pagar uns euros a mais e comer bem do que ter uma péssima experiência com sua refeição e com o atendimento, o que pode acabar com o seu dia.

Na região central de Amsterdam é possível comer barato em diversos lugares. Apesar de muitos restaurantes aproveitarem a grande concentração de turistas para encarecer seus pratos, alguns restaurantes mais honestos aproveitam para fazer sua fama atendendo bem os clientes e oferecendo boa comida por um preço justo.

Mas como saber se a comida é boa e se o preço do restaurante é justo? Boa parte dos restaurantes em Amsterdam, bem como em diversas cidades da Europa, deixam seus cardápios traduzidos em várias línguas em suas portas. Confira antes os preços para não ter nenhum tipo de surpresa.

E para saber se o restaurante é bom, minha dica é: procure o restaurante no Google Maps e veja sua nota e suas avaliações. Os que tem notas superiores a 4,5 costumam ser excelentes. Entre 4 e 4,5 costumam ser bons, mas sempre com clientes reclamando. Restaurantes com notas abaixo de 4 costumam ser problemáticos, mas vale a pena ler os comentários dos clientes no Google Maps.

Um dica rápida para encontrar algum restaurante no Google Maps é abrir o o app do Google Maps, digitar o nome do restaurante e o nome da cidade em que você está. O app te mostrará o resultado no mapa e, caso existam outros estabelecimentos com o mesmo nome, ele mostrará todas as opções. Veja qual deles é o seu, clique no nome dele e abra a página dele no Maps. Pronto, você vai ter todas as informações básicas do lugar, inclusive fotos e avaliações.

E se eu não tiver acesso a internet no momento de verificar o restaurante? Bom, não dê essa bobeira e leia esse post que eu escrevi sobre como ter internet ilimitada e ligações de celular no exterior. Vai por mim, esse tipo de serviço não é muito caro e te dá uma segurança extra o tempo todo, além de conforto e praticidade.

Museumplein em Amsterdã.
O Museumplein com o Rijksmuseum ao fundo quando o letreiro I Amsterdam ainda era exibido por lá.
foto: Photo by Red Morley Hewitt on Unsplash

Quanto custa comer em Amsterdam

Muita gente quer saber quanto se gasta pra comer em Amsterdam, mas isso vai depender do que e onde você quer comer. Refeições boas, bem feitas e em lugares com bom atendimento, costumam custar, em média, € 30,00 para duas pessoas, sem bebidas.

Você pode encontrar refeições boas e baratas em algumas redes locais de fast food como o Wok to Walk. Estes, por exemplo, são restaurantes de comida tailandesa que, apesar de serem fast food, servem pratos muito bons. Os valores podem girar entre € 10,00 a € 15,00 por pessoa, incluindo a bebida.

As comidas de rua variam muito de um tipo para outro. Você pode encontrar Waffels e Stroopwafels por € 1,50, bem como hot dogs e outros sanduíches por € 5,00.

Pratos da culinária holandesa e onde encontrá-los

Bom, eu defendi que a culinária holandesa é surpreendente, o que de fato é, porém, não existem pratos tão elaborados como em outras cozinhas como a brasileira, a francesa, a portuguesa, espanhola e japonesa, só para citar alguns exemplos (e sendo injusto ao deixar diversas outras cozinhas internacionais de fora da lista).

O que me faz gostar da cozinha holandesa é a simplicidade e a praticidade de cada um dos seus pratos típicos, aliado ao sabor que só encontramos por lá. Nossa cozinha não se parece quase nada com a holandesa e dificilmente encontramos pratos parecidos com os deles em outros países do mundo. Então bora conferir essa lista antes que a fome aperte. Bom apetite.

Ah, caso você veja algum nome de algum monumento, parque, praça ou atração e não faça ideia do que se trata, nesse post sobre dicas do que fazer em Amsterdam eu falo de cada um deles. É só clicar e ir lá conferir.

Divertido => Red Light District Ganja Tour

Queijos

Gouda é um queijo típico holandês
Gouda é o mais famoso queijo da Holanda.
foto: Imagem de Ralf Gervink por Pixabay

Para o primeiro item da lista eu optei por algo que não é um prato mas é algo que simboliza bem a culinária holandesa: o queijo.

A fama da qualidade do queijo holandês é mundial e não há quem visite o país sem ter ouvido falar dos deliciosos Gouda, Edam, Maasdam e os queijos de leite de cabra.

Nas áreas mais centrais de Amsterdam você vai encontrar diversas lojas que vendem queijo, sendo que algumas delas produzem têm produção própria. O fato é que, de maneira geral, todas elas são boas e os preços são bem parecidos, mas duas delas são as que eu mais recomendo:

Onde comer queijo em Amsterdam

Amsterdam Cheese Museum

É uma loja que se denomina um Museu do Queijo, porém, eu não chamaria ela de museu, já que é um local bem pequeno, com muito pouca coisa que a caracterize como um museu de verdade.

De qualquer forma vale a visita, já que ela vende queijos maravilhosos de diversos produtores e tem algumas degustações de pequenas amostras grátis.

Reypenaer Proeflokaal

É uma loja com produção própria de queijos, os quais são vendidos frescos ou envelhecidos, com idades de 6 meses, 1 ano e 2 anos. 

Todos já ganharam muitos prêmios e são deliciosos. Sendo assim, é uma excelente opção de loja pra se visitar e comprar uns queijos.

Ingressos => Degustação de queijos e Vinho do Porto na Reypenaer

Sopa de ervilha – Snert

É uma sopa de ervilha parecida com a que fazemos no Brasil, com um modo de preparo um pouco diferente. Por lá ela é feita com ervilhas cozidas e batidas (ou amassadas) com o acréscimo de vegetais como algumas ervas para temperar e cenoura em pedaços. Muita gente acrescenta carne de porco (bacon, principalmente) em suas receitas.

Outro detalhe é que ela é produzida em um dia e consumida em outro, pra poder ficar mais consistente, sendo assim, ela não é uma comida de rua muito fácil de ser encontrada em trailers.

Vai Viajar e precisa de internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Na America Chip você pode comprar chip com acesso a internet no exterior e recebê-lo em casa, com conexão 4G garantida em diversos países.

QUERO O MEU CHIP >>

Onde comer Snert em Amsterdam

Pra mim não existe melhor restaurante de comida típica holandesa que o Moeders. Tudo bem que não é comida de rua, mas vale a visita. E o melhor é que ele fica na região central, perto da praça Leidseplein, a região mais agitada de Amsterdam.

Croquete, Bitterballen e Kaassoufflé

Esses 3 pratos são o que eu vejo como mais próximos dos nossos salgados aqui no Brasil. Eles também são a essência da comida de rua em Amsterdam.

Croquete ou Kroketten

Os croquetes holandeses são feitos de carne cozida bovina ou assada, desfiada e misturada a um creme espesso e temperos, formando uma massa bastante consistente. Depois disso essa massa é moldada em um formato cilíndrico, empanada e frita.

Muitos lugares, incluindo trailers de rua, servem esses croquetes em pães e são chamados de broodje kroket.

Degustação => Cruzeiro com queijos e vinhos em Amsterdam

Bitterballen

Basicamente a mesma receita do croquete, porém, com um formato diferente. O bitterballen é moldado em formato de bolinhas, parecidas com almôndegas. Como são menores que os croquetes, eles são mais comuns de serem servidos como petiscos.

Bitterballen na cervejaria De Prael.
Bitterballen na cervejaria De Prael. O melhor petisco holandês.

Kaassoufflé

É muito parecido com nosso risole. Seu formato pode variar de lugar pra lugar, mas normalmente o tamanho se mantem o mesmo. O kaassoufflé é um salgado feito com um tipo de massa folhada, frito e com recheio de queijo.

Onde comer croquete, bitterballen e kaassoufflé

Vitrines de salgados da Febo: a comida de rua mais famosa em Amsterdã.
Uma vitrine de lanches da Febo em uma parede no meio da rua. foto: Divulgação – Febo.

Por todos os lados em Amsterdam você vai encontrar umas vitrines com salgados e sanduíches expostos dentro de algumas gavetinhas com portinhas de vidro. São as famosas vitrines da Febo, que são lojas de autosserviço onde você mesmo coloca o dinheiro nas portinhas e elas liberam a comida pra você. É preciso colocar moedas no valor exato do lanche que você quer, sendo que cada gavetinha tem seu próprio local para inserir as moedas.

Caso você não tenha moedas trocadas, próximo à maioria das vitrines da Febo você encontra máquinas que trocam notas por moedas.

Todos os alimentos nas vitrines da Febo não ficam expostos por muito tempo, sendo trocados constantemente, além de cada gavetinha ser aquecida, como uma pequena estufa.

Mas se preferir algo de maior qualidade e com croquetes mais frescos, vá ao Van Dobben. Por lá, basta você escolher quais os croquetes você quer e eles fritam na hora. A Van Dobben segue a receita original de 1945 e além de sua lanchonete eles também vendem croquetes congelados nos supermercados.

Já na cervejaria De Prael, que fica no Red Light District você vai comer o melhor Bitterballen de Amsterdam. Além disso, as cervejas produzidas por lá são excelentes. Vale a visita.

Imperdível => Degustação de cervejas no Delirium Café Amsterdam

Kibbeling (bacalhau fresco empanado e frito)

Kibbeling: uma comida de rua muito comum em Amsterdã.
Kibbeling é uma comida de rua muito comum em Amsterdam.
foto: Claus de Graaf por Pixabay

Pra quem conhece o fish and chips, prato famoso da Irlanda e Inglaterra, não vai notar tanta diferença para o Kibbeling, a não ser por ele não ser servido com batatas fritas.

O prato é bem simples, são pedaços de bacalhau fresco, empanados numa massa de farinha e leite. São fritos em óleo bem quente e ficam com uma casquinha crocante. São servidos em porções e por isso o Kibbeling é uma comida de rua muito consumida em Amsterdam.

Onde comer Kibbeling em Amsterdam

O The Seafood Bar é uma excelente opção para comer frutos do mar em Amsterdam e por lá você vai encontrar um Kibbeling delicioso que é servido com um molho tártaro sem igual.

Na verdade o The Seafood Bar possui 3 restaurantes em funcionamento, com um deles localizado próximo ao centro de Amsterdam, outro próximo ao Vondelpark e o terceiro no bairro De Pijp, pertinho da Heineken Experience.

Ingresso sem fila => Visite a Heineken Experience sem pegar fila

Arenque cru (Haring)

Haring
Haring é a comida de rua mais estranha de Amsterdam.
foto: Takeaway [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons

Então, esse prato eu não experimentei e já conto o motivo. Imagina um peixe cru, marinado e servido com cebolas picadinhas. Ok, tem muita gente que gosta, mas eu não consegui comer, principalmente por causa do cheiro forte e por eu não ser muito fã de peixe.

A maneira tradicional de se comer haring é pegando um peixe inteiro (sem a cabeça) pelo rabo, virando a sua cabeça para cima e colocando o peixe inteiro na boca.

Mas existem outras maneiras comuns de servir haring, sendo uma delas dentro de um pão ou então picadinho, servidos em um prato com palitos.

De todas as opções de comida de rua em Amsterdam, essa é a mais estranha pra mim.

Vai encarar?

Onde comer Haring em Amsterdam

Por toda a cidade é possível encontrar barraquinhas e stands vendendo haring nas ruas de Amsterdam, mas o lugar onde as pessoas mais elogiam é o mercado Albert Cuypstraat. Ele fica no bairro De Pijp, pertinho da Heineken Experience e abre de segunda a sábado, das 9h às 17h.

Booking.com

Batatas fritas

Batata frita no cone é uma comida de rua mais comum em Bruxelas, mas também é muito consumida em Amsterdã.
foto: Christopher Williams on Unsplash

Eu falei lá em cima que não tinha muita coisa da culinária holandesa que se parece com o que temos por aqui, não é mesmo? Mas confesso que já perdi as contas de quantos pratos parecidos com os nossos eu já mencionei nesse post.

Bom, pelo menos posso dar a desculpa que a batata frita é algo universal e tem em qualquer lugar, certo? Errado. As batatas fritas holandesas são muito melhores que as nossas. 

Elas só não são melhores e mais tradicionais que as belgas, que são os maiores especialistas do mundo nesse assunto. Mas em qualquer lugar da cidade você vai encontrar alguma lojinha ou barraquinha vendendo batatas fritas em Amsterdam.

Elas são crocantes por fora e macias por dentro e, assim como as belgas, são servidas com diversas opções de molhos, sendo o catchup e maionese os mais comuns. Elas são servidas em um cone de papel, com um garfo para a galera não sujar os dedos.

Ok, o que tem de diferente nisso? Nas batatas eu não vou dizer que existe muita diferença, mas no Brasil quase não encontramos locais especializados em servir apenas batatas fritas. Não em cada esquina como em Amsterdam. 

Se ainda assim você não ficar convencido que isso é um prato mais do mesmo, peça suas fritas com o molho Orloog, que é uma mistura de maionese com pasta de amendoim e cebola.

Onde comer batata frita em Amsterdam

Literalmente em qualquer canto. Pra todo lado você vai encontrar uma lojinha vendendo. Eu recomendo rede Manneken Pis, que foi eleita a melhor batata frita da Holanda por anos consecutivos.

Pra quem não sabe, o Manneken Pis é aquele famoso monumento de Bruxelas, que é um a estátua de um menino fazendo xixi. Talvez então a explicação das batatas fritas desse local serem tão boas está nessa inspiração belga.

Gastronomia => Tour gastronômico com guia local

Frikandel

Frikandel é a comida de rua mais barata de Amsterdã.
Frikandel.
foto: Jmh2o [CC BY-SA 4.0], via Wikimedia Commons

Frikandel é uma salsicha frita, aberta ao meio e recheada com um molho de cebola, catchup e maionese. É a comida de rua mais barata de Amsterdam. Muitas vezes ela vem com algum tipo de molho especial para não ficar tão seca.

Apesar de ser mais comum que ela seja servida aberta e recheada, quando ela vem como acompanhamento de algum prato é provável que ela venha inteira e sem nenhum recheio.

Onde comer Frikandel

Nas maior parte das feiras livres você vai encontrar alguma barraquinha vendendo Frikandel em Amsterdam. 

Em mercados como o Nieuwmarkt ou o Albert Cuypstraat é possível encontrar esse prato.

Você também encontra em supermercados, embalado a vácuo, mas não fica a mesma coisa que os que são fritos na hora nas barraquinhas ou trailers de rua.

Nas vitrines da Febo você também encontra o Frikandel, mas eu não gostei muito do que eu provei. Achei que estava ressecado (devia estar há horas na vitrine) e o recheio não estava muito bom também.

Stamppot e Rookworst

Stamppot e Rookworst: uma combinação de duas opções de comida de rua em Amsterdã.
foto: Amin [CC BY-SA 4.0], via Wikimedia Commons

Stamppot é um prato à base de purê de batatas com queijo Gouda, bacon tostado e escarola, acompanhado por salsichas defumadas, sendo que algumas receitas levam ate mesmo chucrute, que é uma iguaria muito famosa na Alemanha e que combina muito com salsichões e mostarda.

Os holandeses, assim como os Alemães, consomem muitos tipos de embutidos como salsichas e linguiças. Por isso, muitas vezes o stamppot é servido com salsichões cozidos, do tipo Rookworst, que é feito de carne bovina, sal, pimenta e outros temperos.

Onde comer Stamppot em Amsterdam

Novamente eu recomendo o restaurante Moeders em Amsterdam, já que gosto muito desse restaurante de comida típica holandesa. Por lá você consegue provar diversos outros pratos da cozinha local por um preço não muito alto.

A casa tem uma opção de menu degustação, chamado de Hollandse rijsttafel, no qual você experimenta diversos pratos da cozinha holandesa em pequenas porções e em um só pedido.

Incrível => Tour gastronômico de 3,5 horas no bairro Jordaan

Stroopwafel

Stroopwafel é uma comida de rua, ou melhor, um doce típico de Amsterdã.

Eu falei de um monte de prato salgado e uma monte de opção para acompanhar uma cerveja ou vinho, mas nenhuma refeição é realmente completa sem uma sobremesa.

E o stroopwafel é o doce mais conhecido e apreciado da Holanda. Ele é feito com uma massa parecida com um biscoito. Seu formato lembra um Waffle, porém, ele é bem mais fininho e mais crocante. É recheado com um caramelo macio e, em algumas versões, ligeiramente salgado.

A forma mais recomendada de comer um Stroopwafel é com café. Não enfiando a sobremesa dentro da xícara de café, mas sim colocando ele sobre a xícara com o café ainda quente, de forma que tape a boca do recipiente. Deixe o Stroopwafel ali por cima durante uns 2 a 3 minutos e ele estará no ponto, com a massa um pouquinho úmida, quentinha e com o caramelo todo derretido. Pode ser feito com chá também pois o que importa é o resultado final.

Onde comer Stroopwafel em Amsterdam

Na maioria das Koffiehuis você poderá tomar um café ou chá acompanhado de um Stroopwafel, mas o melhor lugar para comprá-los para levar pra casa é no Albert Cuypstraat, inclusive, em algumas barraquinhas desse mercado você cafés e chás para beber na hora e eles podem ser acompanhados de um Stroopwafel.

Tem também uma confeitaria perto da Leidseplein que tem vários doces holandeses, que é a Confectionery Lanskroon. Inclusive eles servem café e chá e sempre recomendam um Stroopwafel pra acompanhar.

Outra loja perto da Leidseplein que também é muito famosa é a Stroopwafel Amsterdã. Por lá você encontra opções de Stroopwafel com diversos tipos de cobertura, os quais são artesanais e feitos na hora.

Segredos de Amsterdam => Tour secret foods Amsterdam

Donuts

As famosas rosquinhas americanas ganharam uma nova cara na Holanda e passaram a ser vendidas na maioria das confeitarias e supermercados, com coberturas adaptadas ao gosto holandês.

Assim, mesmo não sendo uma receita típica holandesa, os Donuts se tornaram uma comida de rua muito apreciados em Amsterdam.

Onde comer Donuts

Como eu disse, em diversas confeitarias e supermercados é possível encontrar esse doce, porém existem lojas de uma franquia americana, a Dunkin’ Donuts, espalhadas por toda a cidade, as quais chegam a ter fila, com turistas e locais.

Se for passar por em uma delas, não deixe de conferir os Donuts de Stroopwaffel. 

Oliebollen e Poffertjes (panquequinhas assadas)

Oliebollen.

Oliebollen é um bolinho frito parecido com nosso bolinho de chuva. A diferença fica por conta do acréscimo de uva-passa em sua massa, sendo que algumas receitas ainda incluem maçã ralada.

Já as Poffertjes são pequenas panquecas assadas. Parecem um pouco com as panquecas americanas, mas são servidas, normalmente, com manteiga e açúcar refinado. 

Onde comer

Na mesma confeitaria que eu recomendei para se comer Stroopwafel, a Confectionery Lanskroon, é servido um Oliebollen muito bom. Ele é frito na hora e fica excelente para acompanhar um café ou um chá, assim como o próprio Stroopwafel.

Já as Poffertjes são mais fáceis de serem encontradas nos mercados de rua, principalmente durante o inverno.

Segredos da cerveja => Tour cervejeiro secreto em Amsterdam

Torta de maçã

Torta de maçã holandesa.
Torta de maçã é uma sobremesa muito apreciada na Holanda.

Outro clássico da culinária holandesa, as tortas de maçã, ou Appeltaart, estão presentes em várias confeitarias, cafés e restaurantes de Amsterdam. A receita é simples: massa de torta, maçã, passas e canela. Algumas levam outros complementos mas a receita original é essa.

Onde comer torta de maçã de Amsterdam

Recomendada pela maioria dos locais, a torta de maçã do Winkel 43 é simplesmente fantástica. Não que eu tenha experimentado muitas outras em Amsterdam, mas essa foi a que mais gostei.

O Winkel 43 fica no bairro Jordaan, que é um local mais tranquilo que o centro, a Leidseplein e o Red Light District, mas é muito bonito e com um ar mais jovem do que esses outros bairros.

Pra quem for visitar a Anne Frank House, o Winkel 43 fica muito perto de lá.

Pannekoeken

Pannekoeken
foto: frank wouters [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons.

Uma panqueca muito consumida no café da manhã holandês mas tem muita gente que consome em outros momentos do dia. Sua massa é a mesma do crepe e é preparada bem fina.

É servida quente, aberta e pode ter diversos tipos de cobertura, tanto doce, quanto salgada e com o mais diversos ingredientes como chocolate, ovos mexidos, queijo e por aí vai.

Onde comer Pannekoeken

Se perguntar pra maioria dos locais onde comer a melhor Pannekoeken de Amsterdam, quase todos vão te indicar a Upstairs Pannenkoekenhuis que funciona no segundo andar de um prédio a alguns quarteirões da Praça Dam e é bom ficar ligeiro se quiser ir lá, pois o lugar não funciona a noite.

Bebeu muito em Amsterdam? => Cruzeiro da ressaca

Drop, o doce holandês que não é doce

Longe de ser um doce, muito menos uma sobremesa, o Drop é uma balinha muito popular na Holanda. Existem vários sabores e os holandeses adoram, porém, esse doce também chamado de Dutch Licorice não costuma fazer sucesso com pessoas de fora.

Alguns são sim doces, mas é bem comum encontrar versões salgadas e ate mesmo com alguma quantidade de amônia em sua receita.

Onde comer

Você pode encontrar Drop em todos os supermercados de Amsterdam. Também vai acabar encontrando deles em farmácias e lojas de souvenir.

Muitos doces => Tour com degustação de chocolate

Old Dutch-Snoep

Old Dutch-Snoep não é bem uma comida de rua mas é muito consumida em Amsterdã.
foto: Foto CC de 2timesM

Essas sim são balinhas bem doces e nada repugnantes como o estranho Drop. Elas são bem gostosinhas e tem vários sabores. Bom, são gostosas ate certo ponto, porque eu enjoei rapidinho delas.

Onde comprar

Mas como quem está na chuva é pra se molhar, compre um potinho delas. Ou mais, se você curtir. Em qualquer supermercado você pode encontrar, bem como nas barraquinhas que vendem doces nas ruas, praças e mercados. Como pra mim elas são todas iguais (pelo fato de serem enjoativas), eu não tenho nenhum marca ou local que eu possa indicar.

Experimentei apenas uma marca e não me recordo o nome e pra não ter dúvidas, eu perguntei pra holandês em um bar da cidade qual era a mais recomendada e ele me respondeu com a mesma opinião que a minha: “Isso é comida de criança. Adulto nenhum come isso. Se pra elas tanto faz qual a marca, imagina pra nós adultos.” Não sei se ele estava alterado pelo tanto de cerveja que ele estava bebendo, mas pelo menos me respondeu isso com bom humor.

Mais cerveja => Tour nas cervejarias artesanais de Amsterdam

Conclusão – O que não pode deixar de comer em Amsterdam

É tanta coisa gostosa que fica difícil eleger os pratos mais imperdíveis. Na minha opinião você não pode deixar de comer em Amsterdam os seguintes pratos:

  • Batata frita – por serem bem diferentes das nossas em termos de sabor.
  • Queijos – os quais são elogiados no mundo todo e, por lá, têm o preço bastante acessível.
  • Bitterballen – apesar de encontrarmos bons croquetes em vários lugares no Brasil, os Bitterballen feitos na Holanda são únicos.
  • Stroopwafel – outra comida que você só vai encontrar por lá. Aqui no Brasil você até encontra, mas normalmente é absurdamente caro e não chega aos pés dos Stroopwafels holandeses.
  • Drop – não preciso dizer que você não vai encontrar essas balinhas em nenhum outro lugar do mundo, né? Ok, posso estar exagerando, mas você não vai encontrá-las em quase nenhum outro lugar. De verdade.

Então, se você for à Holanda, já sabe onde comer em Amsterdam caso a cidade esteja em seus planos.

Se tiver alguma outra dica ou sugestão, deixe um comentário. Vai ser um prazer compartilhar sua dica com os outros leitores.


PLANEJE AQUI A SUA VIAGEM!

  • SEGURO VIAGEM: Seguro de viagem com desconto para leitores do blog!
    Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar o cartão em até 12x ou no boleto bancário, que dá mais 5% de desconto! Veja mais aqui.
  • HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel em Amsterdã pelo nosso parceiro Booking.
  • ALUGUEL DE CARRO: Pesquise pelo menor preço em todas as locadoras de uma só vez através da RentCars. Eles possuem escritório no Brasil com atendimento em português, dividem em até 12x no cartão ou com 5% de desconto no boleto e você é cobrado em Reais.
  • VOCÊ CONSEGUE FICAR SEM CELULAR: Não deixe de sair do Brasil já com o seu chip internacional pré pago com internet boa de verdade, para usar em 200 países. Conheça a America Chip.
  • PROBLEMAS COM SEU VOO?: Se você teve seu voo cancelado, atrasado, perdeu sua conexão ou teve sua bagagem extraviada ou danificada, a Resolvvi pode ter ajudar a solucionar esse problema sem sair de casa. Conheça a Resolvvi.
  • INGRESSO SEM FILA: Não perca tempo durante sua viagem enfrentando filas nas principais atrações turísticas do mundo. A GetYourGuide é um site de compras de ingressos online onde você pode comprar seus ingressos antecipados para atrações nas principais cidades do mundo e ainda não precisa enfrentar as filas quilométrica que costumam existir nesses locais.
error: Conteúdo protegido.