Você está no aeroporto, com tudo pronto para embarcar em seu voo e eis que chega a notícia: o seu voo foi cancelado. Isso tira o sossego de qualquer um, não é mesmo? E quando desembarcamos e descobrimos que nossa bagagem foi extraviada? Não é o fim da viagem, mas pode nos chatear a ponto de perdermos todo o interesse pelo destino onde desembarcaremos. 

Pensando nesses transtornos tão comuns, uma empresa de Fortaleza desenvolveu uma plataforma na qual passageiros que passaram por esses problemas consigam indenizações sem sair de casa. Essa é a Resolvvi, uma plataforma online que intermedia acordos e processos de indenizações para passageiros que tiveram problemas com companhias aéreas como longos atrasos em voos, cancelamentos, overbooking e extravios de bagagens.

Índice

Indenizações

A Agência Nacional de Aviação Civíl, ANAC, possui uma série de normas previstas em algumas de suas resoluções (nº 400 de 13 de Dezembro de 2016) e conta com regras para voos nacionais e internacionais (com origem ou destino no Brasil).

Segundo a ANAC, aproximadamente 7% dos voos são cancelados, o que pode gerar indenizações que variam de R$2500,00 a R$6000,00 para cada passageiro lesado.

Problemas com voo
Saiba como resolver problemas com voo.

Essa indenização pode ser cobrada até dois anos após o problema com o voo, porém, a maioria dos passageiros não ingressam com pedidos de indenização na justiça por acharem tal processo trabalhoso e burocrático. É aí que a Resolvvi decidiu apostar na simplicidade para garantir mais tranquilidade na resolução desses problemas, de forma automatizada e online.

Contudo, não são só os passageiros de voos cancelados que têm direito a indenizações. Voos com longos atrasos, overbooking e extravio de bagagens também são passíveis de indenizações, o que também pode ser obtido através da Resolvvi.

Cadastro no site da Resolvvi

O cadastro no site da Resolvvi é rápido e simples, e o passageiro consegue saber em poucos minutos se seu caso é elegível para receber uma indenização ou não. Basta se cadastrar e enviar provas simples relacionadas a seu voo, as quais podem ser uma foto do cartão de embarque ou então um print da tela do e-mail do check-in do voo que sofreu o problema. A Resolvvi cobra uma taxa única de 30% e o passageiro só paga se ganhar a causa, não sendo cobrado por mais nada além dessa taxa. E caso não ganhe, ele também não precisa fazer nenhum pagamento.

O CEO da Resolvvi, Bruno Arruda, nos conta que a empresa é a responsável por toda a burocracia do processo. “A intenção é que com apenas alguns cliques o cliente consiga submeter o pedido e nós resolvemos o resto. Os documentos necessários são assinados digitalmente, conseguimos rastrear o status dos voos através de softwares, e em muitos casos, são fechados acordos diretamente com as companhias aéreas, o que agiliza muito o processo”, comenta Arruda. “Temos casos de clientes que fizeram o cadastro em nosso site e, sem que fizessem mais nada, receberam o valor da indenização em menos de um mês”.

Como a Resolvvi funciona.
A Resolvvi te ajuda com todos os seus problemas com voo cancelado, atrasado, overbooing, conexão perdida e bagagem extraviada. imagem: Divulgação.

Primeiras providências

Assim que você ficar sabendo que seu voo vai sofrer um atraso ou foi cancelado, procure imediatamente o balcão da companhia aérea do seu voo para obter maiores informações sobre o problema. Algumas vezes as companhias sabem desses problemas de forma antecipada e podem disponibilizar hospedagem ou alimentação para os passageiros, dependendo do caso.

Se você encontrar o balcão da companhia com muitas pessoas e uma grande demora no atendimento, procure o call center da companhia. 

Independente do tempo de espera, a companhia deve atualizar o passageiro a cada 30 minutos quanto à previsão de partida do voo atrasado.

Lembre-se:

  • Salve todo e qualquer tipo de documento e comprovação do voo que foi modificado, bem como do voo que foi oferecido pela cia. aérea;
  • Ao procurar pela ajuda da companhia aérea, guarde o horário, nomes, protocolos de atendimento, tempo de aviso que foi dado pela cia, etc.;
  • Faça um registro fotográficos do problema ocorrido, o que inclui avisos que sejam colocados pela companhia, painéis de voo, etc.

Importante:

no Brasil, independente do motivo do cancelamento ou atraso do voo, as companhias aéreas são sempre responsáveis pelo problema. Mesmo em caso de eventos da natureza a empresa deve ser solidária e fornecer acomodação, entre outros, ao passageiro. Ou seja, caso isso aconteça, reivindique seus direitos (veja como).
Resolvvi.
imagem: Divulgação.

Conheça seus direitos referentes a problemas com voo

Tanto nos voos nacionais, quanto nos internacionais, os passageiros têm vários direitos que devem ser cumpridos pela companhia aérea em casos de problemas como: voo atrasado, voo cancelado, perda de conexão, bagagem extraviada/danificada ou overbooking.

Caso você tenha problemas com reservas de hotéis, passeios, eventos e etc, guarde todos os seus comprovantes para que você possa ser ressarcido. E não deixe de anexá-los ao seus processo junto ao site da Resolvvi.

Problemas com voo atrasado

Se seu voo atrasar, a companhia aérea é obrigada a oferecer algumas comodidades para os passageiros, a depender do tempo de atraso.

Se o motivo da viagem for um compromisso importante, como casamentos ou reuniões de trabalho, caso o passageiro perca esses eventos por causa do voo cancelado, ele tem ainda mais chances de receber uma indenização, com valor mais alto.

É importante saber que se seu voo atrasou e você chegou no seu destino com 4 horas ou mais de atraso, você tem direito a uma indenização, ainda que a companhia tenha cumprido todas as obrigações abaixo.

  • 1 hora ou mais de atraso: proporcionar facilidades de comunicação para os passageiros (como telefone e sinal de Wi-Fi).
  • 2 horas ou mais de atraso: fornecer alimentação de acordo com o horário (pode ser voucher).

Mais de 4 horas de atraso no voo:

  • Para passageiros que residem na mesma cidade do aeroporto: transporte ida e volta para o aeroporto.
  • Passageiros que não residem na mesma cidade do aeroporto: transporte ida e volta para o aeroporto e hospedagem (hotel).

Ou uma das opções abaixo sendo à escolha do passageiro:

  • Reacomodar o passageiro no próximo voo para o mesmo destino (desde que haja disponibilidade). A reacomodação será para o próximo voo, seja da mesma companhia aérea ou de outra.
  • Ou reacomodar o passageiro em voo da própria cia aérea em data e horário de preferência do passageiro.
  • Ou reembolsar integralmente o valor da passagem ao passageiro (incluindo as taxas de embarque).

Problemas com voo cancelado

Assim como nos casos de atraso de voos, os passageiros que têm problemas com voo cancelado têm direito a receber uma ajuda da companhia aérea. Essa ajuda deve ser oferecida enquanto os passageiros não embarcam em um próximo voo.

Novamente, se o passageiro chegar no destino com mais de 4 horas de atraso, ele tem direito a uma indenização.

  • 1 hora ou mais de atraso: proporcionar facilidades de comunicação para os passageiros (como telefone e sinal de Wi-Fi).
  • 2 horas ou mais de atraso: fornecer alimentação de acordo com o horário (pode ser voucher).

Mais de 4 horas de atraso no voo:

  • Para passageiros que residem na mesma cidade do aeroporto: transporte ida e volta para o aeroporto.
  • Passageiros que não residem na mesma cidade do aeroporto: transporte ida e volta para o aeroporto e hospedagem (hotel).

Ou uma das opções abaixo sendo à escolha do passageiro:

  • Reacomodar o passageiro no próximo voo para o mesmo destino (desde que haja disponibilidade). A reacomodação será para o próximo voo, seja da mesma companhia aérea ou de outra.
  • Ou reacomodar o passageiro em voo da própria cia aérea em data e horário de preferência do passageiro.
  • Ou reembolsar integralmente o valor da passagem ao passageiro (incluindo as taxas de embarque).

Conexão perdida

Muitas vezes os atrasos ou cancelamentos de voos acarretam em perda de conexão, o que é um transtorno para os passageiros que passam por esse problema. Como nos casos acima, as companhias também têm que cumprir certas regras para não deixar os passageiros na mão.

Novamente, se seu voo chegou ao destino final com 4 horas de atraso devido à perda de conexão, você tem direito a uma indenização.

  • 1 hora ou mais de atraso: proporcionar facilidades de comunicação para os passageiros (como telefone e sinal de Wi-Fi).
  • 2 horas ou mais de atraso: fornecer alimentação de acordo com o horário (pode ser voucher).

Mais de 4 horas de atraso no voo: 

  • Para passageiros que residem na mesma cidade do aeroporto: transporte ida e volta para o aeroporto.
  • Passageiros que não residem na mesma cidade do aeroporto: transporte ida e volta para o aeroporto e hospedagem (hotel).

Ou uma das opções abaixo sendo à escolha do passageiro:

  • Reacomodar o passageiro no próximo voo para o mesmo destino (desde que haja disponibilidade). A reacomodação será para o próximo voo, seja da mesma companhia aérea ou de outra.
  • Ou reacomodar o passageiro em voo da própria cia aérea em data e horário de preferência do passageiro.
  • Ou reembolsar integralmente o valor da passagem ao passageiro (incluindo as taxas de embarque).

Bagagem extraviada

Extravio de bagagem

O extravio de bagagens, por causar inúmeros transtornos aos passageiros que passam por esse problema, é passível de indenização e compensações por parte das companhias.

Se sua bagagem for extraviada, guarde todos os comprovantes de gastos essenciais como compra de roupas, produtos de higiene pessoal e etc.

Em caso de extravio de bagagem, a companhia é obrigada a ressarcir (algumas oferecem um valor financeiro para cobertura dessas despesas) todas as despesas essenciais do passageiro.

E independente da companhia ter coberto ou não as suas despesas essenciais durante o tempo que você ficou sem sua bagagem, caso você fique 3 dias ou mais sem elas você tem direito a uma indenização.

O prazo para a restituição da bagagem extraviada é:

  • Até 7 dias para voos nacionais.
  • Até 21 dias para voos internacionais.

Esse é o prazo máximo que uma bagagem pode ficar extraviada, sendo que, a partir disso, o passageiro já tem direito a uma indenização por ter sua bagagem considerada perdida.

Muitos seguros viagem cobrem algumas despesas relacionadas a esse tipo de problema. Sendo assim, é sempre bom ficar atento ao seguro viagem que você está contratando. Dessa forma que você terá uma dor de cabeça a menos caso esse tipo de problema aconteça em sua viagem. Uma boa opção, que eu inclusive recomendo, é o comparador de preços Seguros Promo, que além de mostrar quais seguros têm o melhor custo benefício, oferece seguros mais baratos do que as próprias seguradoras.

Importante:

no caso de bagagem extraviada ou danificada o passageiro deve preencher o RIB (Registro de Irregularidade de Bagagem). Normalmente isso é feito nas áreas de retirada de bagagens nos aeroportos. Se você não encontrar, procure algum serviço de auxílio ao passageiro.

Overbooking

Overbooking é uma termo para definir uma situação onde há mais passageiros do que a capacidade total do avião. Isso não é tão comum de acontecer, mas é possível, já que muitas companhias aéreas costumam vender mais passagens do que a capacidade do avião (contando com a desistência de alguns passageiros).

Se você passar por problemas com voo como um overbooking, você terá direito a uma indenização, mesmo se a companhia aérea cumprir com todas as obrigações abaixo.

Veja seus direitos:

  • A companhia é obrigada a oferecer uma compensação financeira aos passageiros que aceitem reacomodação em outro voo (para esses passageiros não é configurado o overbooking).

Ou uma das opções abaixo sendo que a escolha é do passageiro:

  • Reacomodar o passageiro no próximo voo para o mesmo destino (desde que haja disponibilidade). A reacomodação será para o próximo voo, seja da mesma companhia aérea ou de outra.
  • Ou reacomodar o passageiro em voo da própria cia aérea em data e horário de preferência do passageiro.
  • Ou reembolsar integralmente o valor da passagem ao passageiro (incluindo as taxas de embarque).

Obs:

esse artigo é fruto de uma parceria entre o Vou no Mundo e a Resolvvi. Como somos sempre transparentes e honestos com nossos leitores, ainda que este seja um publipost, a nossa opinião é sincera além de ser baseada em feedbacks de usuários.
error: Conteúdo protegido.